Fale Conosco

CONTATO

REGULAMENTO 2019

QUADRO RESUMO

Período de produção dos cases

  • 01/01/2018 a 23/09/2019

Inscrições

  • 02/04 a 07/10/2019

Total de categorias

  • 15

Premiações Especiais

  • 6

Número máximo de inscrições por Agência

  • Não há

Número máximo de inscrições de um mesmo case

  • Até 3 categorias

Julgamento

  • 14 a 28/10/2019

Apuração e Shortlist

  • 29 e 30/10/2019

Jantar de premiação

  • 02/12/2019

Custo das inscrições

CAPÍTULO I – DA ABRANGÊNCIA DESTE REGULAMENTO

Art. 1º – O presente Regulamento tem por finalidade estabelecer as regras e normas que nortearão a realização da terceira edição do Prêmio Excelência e Inovação em PR, de agora em diante denominado Jatobá PR 2019.

§ 1º – Dele emanarão:

   a - As diretrizes e definições relativas à premiação.

   b - As decisões relativas a dúvidas, omissões ou interpretações apresentadas pelos participantes.

§ 2º – Fica estabelecido que não caberão contra essas diretrizes e decisões recursos de quaisquer naturezas e que modificações ou aperfeiçoamentos do concurso serão analisados para a próxima edição da premiação.

​​​

CAPÍTULO II – DOS OBJETIVOS DA PREMIAÇÃO

Art. 2º – O Jatobá PR 2019 tem por objetivo distinguir e premiar cases de PR, as respectivas agências de comunicação por eles responsáveis e as organizações contratantes (clientes) para as quais os projetos foram realizados.

§ Único – Essa distinção dar-se-á, conforme detalhado neste Regulamento, com a concessão de:

  a – Certificados Jatobá PR para todos os cases finalistas

  b – Troféus Jatobá PR OURO para todos os cases campeões

  c – Troféus Jatobá PR Especiais para as Agências e Cases do Ano

  d – Troféus Jatobá PR Especiais para as Agências Destaques do Ano

 

CAPÍTULO III – DA ESTRUTURA DE ORGANIZAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DA PREMIAÇÃO

Art. 3º – O Jatobá PR 2019 contará com uma estrutura que será responsável pela concepção, acompanhamento e organização de todo o processo da premiação, incluindo recebimento das inscrições, relacionamento com os participantes, fiscalização do cumprimento das normas e diretrizes, monitoramento dos processos de julgamento e realização da cerimônia de premiação.

§ 1º – Essa estrutura será composta por:

   a - Secretaria Executiva

   b - Auditoria Independente

   c - Coordenação de Eventos

   d - Conselho Deliberativo

   e - Help Desk

§ 2º – Nessa estrutura, caberá:

   1.  À Secretaria Executiva

       Organizar todo o ciclo da premiação, abrangendo as etapas de inscrição, composição do corpo de jurados, julgamento, divulgação, contato com os finalistas e vencedores, festa de premiação 

   2. À Auditoria Independente

       Fiscalizar integralmente o processo de julgamento, garantindo a lisura do resultado e da premiação

   3. À Coordenação de Eventos

       Organizar o evento de premiação e seu cerimonial 

   4. Ao Conselho Deliberativo

       Planejar todo o ciclo da premiação, incluindo cronograma e calendário de atividades; e decidir sobre as demandas apresentadas pelos participantes e pelas comissões de Triagem e Julgamento

   5. Ao Help Desk

       Atender e tirar dúvidas dos participantes e da Comissão de Julgamento

CAPÍTULO IV – DAS CATEGORIAS DA PREMIAÇÃO

Art. 4° – O Jatobá PR 2019 é composto de 15 categorias divididas da seguinte forma:

   a - Nove categorias temáticas focadas em especialidades de PR, abertas exclusivamente a cases de Agências de Comunicação do Brasil;

   b – Cinco categorias temáticas focadas em áreas de mercado (segmentos econômicos), abertas exclusivamente a cases de Agências de Comunicação do Brasil;

   c - Uma categoria geral de abrangência internacional, destinada a cases concretizados em dois ou mais países da América Latina, por Agências de Comunicação com sede ou filial no continente.

 

Art. 5º – As nove categorias temáticas focadas em especialidades de PR, as cinco categorias temáticas focadas em áreas de mercado (segmentos econômicos) e a categoria geral de abrangência internacional terão premiações distintas para:

  a - Grandes Agências de Comunicação – de agora em diante denominadas Grandes Agências;

  b - Agências de Comunicação Butiques – de agora em diante denominadas Agências-Butique e que são as pequenas e médias agências que atuam em nichos, determinadas áreas geográficas ou são especializadas em determinados serviços;

Art. 6º – As nove categorias temáticas focadas em especialidades de PR são as seguintes:

   1.  ASSESSORIA DE IMPRENSA / RELAÇÕES COM A MÍDIA

Distinção ao melhor projeto/case de assessoria de imprensa / relações com a mídia, abrangendo, entre outros aspectos, divulgação de conteúdo, relacionamento com jornalistas, apoio à especialização e/ou formação profissional – cursos de formação para jornalistas, por exemplo. Podem concorrer desde um grande projeto integrado de assessoria de imprensa/relações com a mídia até um projeto singelo que tenha obtido resultado surpreendente e marcante para a atividade de PR.

   2. COMUNICAÇÃO INTEGRADA

Distinção ao melhor case de comunicação integrada, que contemple, em seu escopo, o uso conjugado, inteligente e harmonioso das múltiplas técnicas e ferramentas de PR; que atinja de forma eficaz a audiência desejada; e que possa demonstrar com métricas o êxito das ações.

   3. COMUNICAÇÃO INTERNA

Distinção ao melhor projeto/case de comunicação interna, que mostre coerência, consistência, ineditismo, ousadia, inovação e que contemple aspectos como participação, engajamento, democratização do relacionamento, reconhecimento etc.. Podem concorrer projetos integrados de comunicação interna, bem como campanhas especiais de resultados relevantes e outros projetos de natureza diversa.

   4. DIGITAL / REDES SOCIAIS

Distinção ao projeto/case digital / redes sociais, que contemple ações de comunicação digital, seja em redes corporativas ou em redes sociais. Podem concorrer campanhas de serviços, campanhas institucionais, ações com influenciadores, ações diversas de engajamento etc..

   5. EVENTO

Distinção ao melhor evento corporativo que seja da natureza de PR, tais como ações com empregados, imprensa, familiares, comunidades, investidores, mistos; e que tenham perfil institucional, abrangendo, entre outras iniciativas, celebrações, encontros especiais, lançamentos etc.. Não se enquadram no escopo desta categoria e mesmo desta premiação eventos de marketing, promocionais, de vendas, técnico-científicos etc..

   6. MÍDIA CORPORATIVA

Distinção a melhor mídia corporativa, independentemente da plataforma adotada. Podem concorrer projetos de mídia impressa (jornais e revistas), eletrônica (rádio e TV) e digital (blogs, sites, redes sociais). Incluem-se nesta categoria iniciativas de branded content, house organs e projetos especiais de conteúdo jornalístico, entre outros.

   7. PESQUISA

Distinção à melhor pesquisa, formulada com público interno ou externo, que incorpore estratégias de PR. Podem concorrer pesquisas de cunho institucional, sobre temáticas sociais, econômicas, científicas ou políticas, entre outras, mapeando segmentos estratégicos para os públicos de interesse; e também pesquisas de cunho corporativo, para auxiliar a tomada de decisões nas políticas de comunicação, benefícios e RH, como clima organizacional, reestruturações em curso, decisões que se pretendam tomar etc..

   8. PROJETO ESPECIAL

Distinção ao projeto/case especial de PR que se destaque pela abrangência, ineditismo, criatividade, inovação, oportunidade, relevância, ousadia, singeleza etc.. Podem concorrer projetos de qualquer natureza, desde que tenham como origem a disciplina de PR; por exemplo, um programa diferenciado de visitação, a preparação do ambiente corporativo para alguma iniciativa de impacto negativo, encontros que marquem a história da empresa, museu da pessoa, efemérides importantes (datas comemorativas, momentos históricos etc.), projetos de comunicação para Sustentabilidade, entre outros.

   9. PUBLIC AFFAIRS / RELAÇÕES GOVERNAMENTAIS

Distinção ao projeto/case de public affairs / relações governamentais que contemple aspectos como legitimidade, conscientização, transparência, ética; e que possa ser tomado como exemplo de boa prática e zelo com a reputação e a imagem corporativa de uma organização na defesa de causas públicas ou interesses privados legítimos. Podem concorrer projetos integrados de comunicação com setores governamentais, instituições públicas diversas e outras esferas de relacionamento estratégico; ações de advocacy etc..

 

Art. 7º – As ​cinco categorias temáticas focadas em áreas de mercado (segmentos econômicos) são:

  10. PR AUTOMOTIVO

Distinção ao projeto/case de PR que tenha como foco o Setor Automotivo. Podem concorrer toda e qualquer iniciativa de PR feitas no âmbito desse segmento de mercado, valendo trabalhos de qualquer das especialidades de PR, como assessoria de imprensa, comunicação interna, comunicação integrada, digital/redes sociais, eventos, mídias corporativas, pesquisas, projetos especiais, projetos de public affairs etc.

  11. PR ESPORTES

Distinção ao projeto/case de PR que tenha como foco o Setor Esportivo. Podem concorrer toda e qualquer iniciativa de PR feitas no âmbito desse segmento de mercado, valendo trabalhos de qualquer das especialidades de PR, como assessoria de imprensa, comunicação interna, comunicação integrada, digital/redes sociais, eventos, mídias corporativas, pesquisas, projetos especiais, projetos de public affairs etc.

  12. PR SAÚDE E BEM ESTAR

Distinção ao projeto/case de PR que tenha como foco o Setor de Saúde e Bem Estar. Podem concorrer toda e qualquer iniciativa de PR feitas no âmbito desse segmento de mercado, valendo trabalhos de qualquer das especialidades de PR, como assessoria de imprensa, comunicação interna, comunicação integrada, digital/redes sociais, eventos, mídias corporativas, pesquisas, projetos especiais, projetos de public affairs etc.

  13. PR TECNOLOGIA

Distinção ao projeto/case de PR que tenha como foco o Setor de Tecnologia. Podem concorrer toda e qualquer iniciativa de PR feitas no âmbito desse segmento de mercado, valendo trabalhos de qualquer das especialidades de PR, como assessoria de imprensa, comunicação interna, comunicação integrada, digital/redes sociais, eventos, mídias corporativas, pesquisas, projetos especiais, projetos de public affairs etc.

  14. PR VAREJO

Distinção ao projeto/case de PR que tenha como foco o Setor Varejo. Podem concorrer toda e qualquer iniciativa de PR feitas no âmbito desse segmento de mercado, valendo trabalhos de qualquer das especialidades de PR, como assessoria de imprensa, comunicação interna, comunicação integrada, digital/redes sociais, eventos, mídias corporativas, pesquisas, projetos especiais, projetos de public affairs etc.

 

Poderão ser inscritos nessas cinco categorias, toda e qualquer iniciativa de PR, como, por exemplo:

  • ​Ações nas redes sociais

  • Campanhas de utilidade pública

  • Desempenho econômico

  • Gestão de crise

  • Iniciativas de branded content

  • Inovações mercadológicas

  • Lançamentos de produtos ou serviços

  • Planejamento Estratégico

  • Premiações jornalísticas

  • Projeto com empregados

  • Projeto de Comunicação Institucional/Reputação

  • Projeto de Comunicação para a Marca

  • Relacionamento com stakeholders

 

Art. 8º – A categoria geral de abrangência internacional é:​

   15. PR INTERNACIONAL

Distinção ao melhor projeto, case ou conjunto de ações de PR realizado em países latino-americanos, exceto o Brasil (ou até incluindo o Brasil, desde que também realizado em outro país da América Latina). Serão aceitos projetos/cases de PR de todas as especialidades de PR e qualquer segmento de mercado, valendo, para efeitos de julgamento e comparação, a relevância, a excelência, a abrangência, os resultados e a qualidade como um todo dos cases inscritos.

CAPÍTULO V – DAS PREMIAÇÕES ESPECIAIS

Art. 9º – O Jatobá PR 2019 contará adicionalmente com seis premiações especiais para as quais não haverá inscrições e que distinguirão Agências e Cases a partir:

  1. Do conjunto de notas obtidas nas várias categorias;

  2. Das análises e conceituações da Comissão de Julgamento;

  3. Do parecer final do Conselho Deliberativo do Jatobá PR.

São as seguintes:

  16. DESTAQUE DO ANO – AGÊNCIA-BUTIQUE

Distinção à Agência-Butique que, independentemente da conquista de troféus e certificados, contribuiu, com sua participação e cases inscritos, para o engrandecimento e o fortalecimento da premiação.

  17. DESTAQUE DO ANO – GRANDE AGÊNCIA

Distinção à Grande Agência que, independentemente da conquista de troféus e certificados, contribuiu, com sua participação e cases inscritos, para o engrandecimento e o fortalecimento da premiação.

  18. CASE DO ANO – AGÊNCIA-BUTIQUE

Distinção ao case de Agência-Butique que obtiver no âmbito das 15 categorias do Jatobá PR 2019 o melhor desempenho. Será declarado vencedor o case que, entre todos os inscritos por Agências-Butique, obtiver a maior nota média do corpo de jurados.

   19. CASE DO ANO – GRANDE AGÊNCIA

Distinção ao case de Grande Agência que obtiver no âmbito das 15 categorias do Jatobá PR 2019 o melhor desempenho. Será declarado vencedor o case que, entre todos os inscritos por Grandes Agências, obtiver a maior nota média do corpo de jurados.

   20. AGÊNCIA-BUTIQUE DO ANO 

Distinção à Agência-Butique que obtiver o melhor desempenho no Jatobá PR 2019. A vencedora será a Agência que, dentro do segmento das pequenas e médias, obtiver na premiação o melhor desempenho na relação Conquistas (troféus e certificados de finalistas) vs. Médias Obtidas.

   21. AGÊNCIA DO ANO

Distinção à Grande Agência que obtiver o melhor desempenho no Jatobá PR 2019. A vencedora será a Agência que, dentro do segmento das grandes, obtiver na premiação o melhor desempenho na relação Conquistas (troféus e certificados de finalistas) vs. Médias Obtidas.

​​​

CAPÍTULO VI – DAS INSCRIÇÕES

Art. 10º – Poderão ser inscritos no Jatobá PR 2019 cases de PR produzidos na América Latina, respeitadas as diretrizes presente neste Regulamento quanto aos prazos e categorias existentes.

​Art. 11º – A Ficha de Inscrição, de preenchimento obrigatório, será o documento de identidade perante a Secretaria Executiva do Jatobá PR 2019.

       § 1º – Cada inscrição – de cases diferentes ou do mesmo case em diferentes categorias – exigirá uma Ficha de Inscrição própria.

       § 2º – O cadastro básico com os dados da Agência, no entanto, valerá para todas as inscrições por ela efetivadas.

​Art. 12º – Os cases deverão ser inscritos pelo site www.jatobapr.com.br. No ato de inscrição, será obrigatória a inclusão da logomarca da empresa, em extensão de arquivo CDR (Corel Draw), AI (Illustrator), EPS ou PDF, em campo criado especificamente para isso.

       § 1º – Não serão aceitas outras formas de inscrição.

​Art. 13º – Caberá à Agência de Comunicação obter, quando necessária, a autorização do Cliente para a inscrição do case. A mesma deverá ser enviada à Organização do Prêmio pelo e-mail mayumi@businessnews.com.br

       § 1º – O Jatobá PR 2019 não se responsabilizará por inscrição feita sem autorização ou à revelia da empresa contratante.

       § 2º – Caso entenda necessário, a Secretaria Executiva poderá solicitar comprovação ou informações adicionais a respeito de qualquer trabalho inscrito, bem como visitar o local de sua realização para certificar-se de sua autenticidade.

 

​Art. 14º – As Agências de Comunicação poderão inscrever no Jatobá PR 2019 quantos cases desejarem, desde que paguem as taxas individuais de inscrição e cumpram o que determina o presente Regulamento.

​Art. 15º – As Agências de Comunicação poderão inscrever um mesmo case em no máximo três das categorias detalhadas no Capítulo IV, Art. 6º e Art. 7º.

       § 1º – Uma vez inscrito, o case não poderá ser transferido de categoria, a menos que se comprove que no ato da inscrição o participante tenha sido involuntariamente induzido a erro de interpretação. Nesse caso, deverá formular a solicitação diretamente à Secretaria Executiva, para que esta analise o pleito e, no caso de aprovação, providencie o remanejamento.

 

Art. 16º – É vedada a inscrição de auto-cases, ou seja, cases de PR feitos pela Agência de Comunicação para a própria Agência de Comunicação.

 

CAPÍTULO VII – DAS INSCRIÇÕES PARA A CATEGORIA PR INTERNACIONAL

Art. 17º – As inscrições de cases na categoria 15, PR Internacional, serão autorizadas para cases realizados em qualquer dos países da América Latina, exceto o Brasil (ou até incluindo o Brasil, desde que também realizado em outro país do continente); e no período estabelecido por este Regulamento.

       § 1º – Elas seguirão os mesmos trâmites das demais, enfatizando-se apenas a exigência de que a Ficha de Inscrição seja preenchida em português.

       § 2º – Não haverá necessidade de tradução do case ou das peças que o integrem.

​​​

CAPÍTULO VIII – DO PERÍODO DE VALIDADE DOS TRABALHOS E DO PRAZO DE INSCRIÇÃO

Art. 18º – Poderão ser inscritos cases e projetos realizados no período compreendido entre 01/01/2018 e 23/9/2019, desde que inéditos, no âmbito desta premiação.

       § 1º – Não é necessário que o projeto tenha sido inteiramente concluído nesse intervalo de tempo, mas é obrigatório que sua realização tenha tido protagonismo no período.

       § 2º – Projetos em andamento também poderão ser inscritos, desde que tenham partes relevantes realizadas no período.

       § 3º – Não serão aceitos projetos que tenham sido inscritos nas edições anteriores do Prêmio Jatobá PR, a menos que tenham em seu escopo etapas comprovadamente inéditas em seu planejamento e execução.

Art. 19º – As inscrições no Jatobá PR 2019 poderão ser feitas entre 02/04/2019 e 30/9/2019.

​​​​

 

CAPÍTULO IX – DO ENVIO E DO FORMATO DOS TRABALHOS

Art. 20º – Os cases que concorrerão ao Jatobá PR 2019 deverão ser encaminhados com a Ficha de Inscrição pelo site www.jatobapr.com.br no momento da inscrição, obedecendo aos limites estabelecidos por este Regulamento, que tem por objetivo racionalizar e agilizar os processos de inscrição e julgamento.

​Art. 21º – A inscrição completa deverá conter:

   1.  Ficha de Inscrição, com os dados cadastrais da organização responsável pelo case.

   2. Ficha Técnica do projeto, incluindo:

         a – Tipo de Organização: se Grande Agência ou Agência-Butique (ficando a critério da própria agência essa definição, independentemente de porte ou faturamento).

         b - Uma sinopse do case com no máximo 400 caracteres (somados espaços e pontuação).

         c - Cronograma, assinalando as etapas básicas planejadas e cumpridas.

         d - Orçamento (informação opcional, mas relevante para apoiar as decisões do júri, e que não será divulgada ou compartilhada).

         e - Número de pessoas que atuaram no projeto.

         f -  Detalhamento da equipe, com os nomes e as respectivas funções ocupadas.

   3. Um vídeo explicativo com até 3 minutos de duração, que apresente o case ao júri. Não precisa ter produção sofisticada, pois o objetivo é didático. O importante é que contextualize o case, defina seus objetivos, as razões e motivações do projeto, a estratégia adotada, as ações realizadas, os resultados obtidos e porque a Agência o considera merecedor da premiação. Pode ser um vídeo-case ou um vídeo personalizado com profissional da agência dirigindo-se aos jurados.

   4. Até três imagens (fotos, ilustrações, infográficos, logomarcas etc.) que melhor representem o projeto inscrito.

Art. 22º – Os materiais de apoio, que ilustrarão os cases inscritos, deverão ser cuidadosamente selecionados, tendo em vista que estarão limitados a três arquivos por inscrição, independentemente de plataforma em que foram produzidos (vídeos, PDFs, áudios etc.). Todos deverão ser enviados por meio digital, lembrando que um documento é igual a um arquivo digital e que só poderão ser anexados três arquivos digitais.

       § 1º – Os itens aceitos como material de apoio incluem, por exemplo, documentos de planejamento, comunicados e kits de imprensa, fotos, brochuras, apresentações em PPT de no máximo dez slides, filmes e qualquer material online ou outra mídia exclusiva.

       § 2º – O envio deverá ser feito por upload via site, observando-se os seguintes formatos de arquivo:

     a - Para imagens: JPG; JPEG; GIF; PNG (com 300 dpi).

     b - Para vídeos/filmes: MOV; FLV; AVI; MPG; MPEG; MP4; WMV. Também é possível indicar um link que direcione para o filme.

     c - Para apresentações: PDF; PPT (preferencialmente convertendo PPT em PDF, não maior que 8 MB).

       § 3º – Cada inscrição poderá fazer, dentro dos três arquivos de que disporão, a indicação de até três links para sites, plataformas de redes sociais, sites de intranet ou vídeos online.

​​​

CAPÍTULO X – DA INCLUSÃO DOS TRABALHOS NO BANCO DE CASES

Art. 23º – Todas as inscrições feitas e validadas para concorrer ao Jatobá PR 2019 terão direito a figurar no Banco de Cases da premiação, bastando para isso que a Agência autorize a inclusão no ato da inscrição.

​​​

CAPÍTULO XI – DAS INSTÂNCIAS DE VALIDAÇÃO/AVALIAÇÃO DOS TRABALHOS, DA TRIAGEM E DA COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO DE JULGAMENTO

Art. 24º – O Jatobá PR 2019 terá duas instâncias de validação/avaliação dos trabalhos: a Coordenação de Triagem, responsável pela validação das inscrições, e a Comissão de Julgamento, responsável pela avaliação técnica dos cases.

Art. 25º – A Coordenação de Triagem atuará com profissionais indicados pelo GECOM e sob supervisão da Secretaria Executiva. Sua única função será averiguar se as inscrições estão de acordo com as exigências do Regulamento e enquadradas corretamente. Estando corretas, seguirão para a Comissão de Julgamento; estando em desacordo, serão comunicadas ao responsável pela inscrição para as providências necessárias.

       § 1º – O prazo para as correções será definido caso a caso pela Secretaria Executiva levando em consideração o calendário da premiação. Se até o final do prazo para as inscrições a situação não estiver normalizada a inscrição será excluída da premiação. O valor pago só será devolvido no caso de comprovada falha dos organizadores da premiação. Se a falha tiver origem na organização que inscreveu o case o dinheiro não será devolvido.

Art. 26º – A Comissão de Julgamento terá tantos integrantes quantos forem necessários para o bom andamento dos trabalhos, com garantia de liberdade e atuação independente.

​​​​

CAPÍTULO XII – DAS RESPONSABILIDADES DA COORDENAÇÃO DE TRIAGEM

Art. 27º – A Coordenação de Triagem atuará no período em que as inscrições estiverem abertas e a sua responsabilidade será avaliar sistematicamente os trabalhos, à medida que forem inscritos.

       § 1º – Caberá a ela averiguar se a inscrição atende os requisitos do Regulamento, que são os seguintes:

   a - Autoria da Inscrição – Se tem origem em Agência de Comunicação com sede ou filial em país da América Latina.

   b - Data da Inscrição – Se foi realizada entre os dias 02/04/2019 e 30/9/2019.

   c - Ficha de Inscrição – Se está corretamente preenchida.

   d - Período de Realização do Trabalho – Se a realização do trabalho – ou parte significativa dele – deu-se efetivamente no período entre 01/01/2018 e 23/9/2019, e é inédito no âmbito do Prêmio Jatobá PR.

   e - Adequação do Trabalho – Se o perfil do trabalho inscrito está de acordo com o que determina o Regulamento.

   f - Categoria Escolhida – Se o trabalho inscrito se enquadra na categoria escolhida.

   g - Documentação Enviada – Se a documentação enviada está completa e de acordo com o que determina o Regulamento.

   h - Correção e Qualidade dos Arquivos e Links – Se os arquivos e links estão corretos e tecnicamente em condições de avaliação pela Comissão de Julgamento.

       § 2º – Estando tudo de acordo, o trabalho será validado e estará apto para seguir para a próxima etapa.

       § 3º – Inscrições com pendências só serão efetivadas quando tudo estiver equacionado. Caso isso não ocorra em tempo hábil, serão desclassificadas, conforme detalhado no § 1º do Art. 25º do Capítulo XI.

       § 4º – Inscrições em desacordo com as normas deste Regulamento ou que não se enquadrem em nenhuma das categorias existentes também serão desclassificadas.

       § 5º – Nos casos de desclassificação dos trabalhos inscritos, conforme destacado no Art. 25º do Capítulo XI e detalhados nos § 3º e § 4º, deste Capítulo XII, o pagamento da inscrição só será devolvido se a falha constatada tiver origem nos organizadores da premiação. De outro modo, o dinheiro não será devolvido.

​​​

CAPÍTULO XIII – DO PERFIL DA COMISSÃO DE JULGAMENTO

Art. 28º - A Comissão de Julgamento será integrada por profissionais de notório conhecimento e reconhecida trajetória profissional, com atuação no campo da Comunicação Social ou disciplinas de áreas afins.

Art. 29º – Não será permitido ao jurado julgar cases da empresa em que trabalha ou tenha algum tipo de relacionamento, sob pena de anulação de seu voto ou mesmo de sua eliminação do júri.

CAPÍTULO XIV – RESPONSABILIDADES DA COMISSÃO DE JULGAMENTO E DOS QUESITOS A SEREM JULGADOS

Art. 30º – A Comissão de Julgamento terá a responsabilidade de julgar os cases distribuídos pelas categorias 1 a 15, conforme detalhamento a seguir:

   1.  ASSESSORIA DE IMPRENSA / RELAÇÕES COM A MÍDIA

   2. COMUNICAÇÃO INTEGRADA

   3. COMUNICAÇÃO INTERNA

   4. DIGITAL / REDES SOCIAIS

   5. EVENTO

   6. MÍDIA CORPORATIVA

   7. PESQUISA

   8. PROJETO ESPECIAL

   9. PUBLIC AFFAIRS / RELAÇÕES GOVERNAMENTAIS

   10. PR AUTOMOTIVO

   11. PR ESPORTES

   12. PR SAÚDE E BEM ESTAR

   13. PR TECNOLOGIA

   14. PR VAREJO

   15. PR INTERNACIONAL

Art. 31º – Dentro de cada uma dessas 15 categorias, a Comissão de Julgamento deverá avaliar os quesitos relacionados a seguir, atribuindo a cada um notas de zero a dez, sem casa decimais:

   a - Inovação – Aspectos inovadores do case em relação ao que tradicionalmente se faz.

   b - Estratégia – Grau de eficácia da estratégia planejada em relação aos propósitos do projeto e aos resultados que se buscavam.

   c - Criatividade – Grau de criatividade embutido no planejamento e na realização da ação e que permitiu ao projeto despertar a atenção e o interesse do público a que se destinou.

   d - Ideia / Inspiração – Qualidade, consistência e pertinência da ideia desenvolvida em relação à proposta e aos objetivos principais do projeto.

   e - Originalidade – Diferenciais do projeto que o distinguem e o tornam especial, atraente, singelo, encantador.

   f - Legado – Legado que o projeto aporta para a organização ou mesmo para a atividade de PR, em termos de resultados, transformações, avanços etc..

   g - Técnica – Planejamento e utilização das técnicas de PR e mesmo de outras disciplinas na execução do projeto.

   h - Resultado – Quanto o resultado final obtido atendeu às expectativas geradas pelo planejamento e objetivos gerais desejados.

   i - Apresentação – Qualidade da apresentação do case inscrito em termos de clareza, organização das peças, qualidade do material, entendimento dos propósitos etc..

   j - Execução – Qualidade da execução do projeto, considerando as várias etapas envolvidas e o sucesso obtido em cada uma delas.

​​​

CAPÍTULO XV – DA DINÂMICA DO JULGAMENTO

Art. 32º – A Comissão de Julgamento fará todo o seu trabalho em ambiente online e terá o apoio de um Help Desk. Isso se dará por meio do site www.jatobapr.com.br, com acesso mediante login e senha personalizados.

       § 1º – A consolidação das notas e as respectivas classificações dos trabalhos serão feitas no ambiente e pelo software da premiação, sob a supervisão de auditoria independente.

       § 2º – Cada case será julgado por quatro jurados, recebendo quatro notas, sendo a menor delas descartada. A média das outras três é que definirá a nota final do case.

​​​

CAPÍTULO XVI – DA SHORTLIST

Art. 33º – As 15 categorias do Jatobá PR 2019 contarão com uma dupla Shortlist, uma para Agências-Butiques e outra para Grandes Agências. Essas Shortlists serão integradas por até cinco finalistas cada uma.

       § 1º – As Shortlists serão formadas tomando por base as médias obtidas pelos cases.

       § 2º - As Shortlists serão divulgadas tão logo se encerre o julgamento, de acordo com o calendário da premiação.

CAPÍTULO XVII – DA NOTA MÍNIMA PARA FIGURAR NA SHORTLIST

Art. 34º – A média mínima de um case para se classificar, integrar a shortlist e concorrer ao Troféu Jatobá PR 2019 é sete.

       § 1º – Caso o case tenha nota média inferior a sete estará automaticamente desclassificado e não poderá integrar a shortlist, mesmo que na categoria em que concorra o número de finalistas seja inferior a cinco.

​​​

CAPÍTULO XVIII – DOS RESULTADOS E DA CLASSIFICAÇÃO DOS CASES – CATEGORIAS 1 A 15

Art. 35º – Concluído o julgamento e fechadas as médias dos cases das categorias de números 1 a 15, sairá a shortlist com até cinco cases finalistas em cada uma delas, tanto no segmento Grandes Agências quanto no segmento Agências-Butiques.

​Art. 36° – No caso de categorias que não atinjam cinco trabalhos com nota média igual ou superior a sete, integrarão a shortlist apenas os trabalhos que obtiverem essa pontuação.

       § 1º – Caso não haja nenhum trabalho com nota média igual ou superior a sete, a categoria não terá premiados.

​Art. 37º – No caso de empate entre cases classificados na shortlist, o desempate será feito pelas médias obtidas em cada um dos dez quesitos julgados, na sequência estabelecida no presente Regulamento, a saber: Inovação, Estratégia, Criatividade, Ideia/Inspiração, Originalidade, Legado, Técnica, Resultado, Apresentação e Execução.

       § 1º – Persistindo o empate, prevalecerá a igualdade na posição em que acontecer, ainda que isso eleve o número de finalistas da shortlist.

       § 2º – Caso o empate se dê na 1ª posição, os cases empatados serão declarados vencedores.

CAPÍTULO XIX – DA PREMIAÇÃO AOS CLIENTES CONTRATANTES DOS CASES

Art. 38º – Todas as premiações concedidas pelo Jatobá PR 2019 aos cases campeões das 15 categorias de Grandes Agências e de Agências-Butiques reconhecerão, complementarmente, também com um Troféu Jatobá, os Clientes desses cases. Esse reconhecimento valerá igualmente para a premiação especial Case do Ano – Agência-Butique e Case do Ano – Grande Agência.

CAPÍTULO XX – DA DATA DE REALIZAÇÃO DA CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO E QUEM DELA PODERÁ PARTICIPAR

Art. 39º – A Cerimônia de Premiação do Jatobá PR 2019 será realizada na cidade de São Paulo, no dia 2 de dezembro de 2019, no Renaissance São Paulo Hotel

​​​​   § Dela poderão participar, por adesão, dirigentes e executivos das agências finalistas e dos respectivos clientes, valendo a ordem sequencial das adesões, até o limite da capacidade do auditório onde será realizada a festa de premiação.

 

CAPÍTULO XXI – DA ENTREGA DOS CERTIFICADOS E TROFÉUS

Art. 40º – Serão entregues na solenidade de premiação:

   a - Certificados Jatobá PR de finalista para todos os cases que se classificarem e integrarem as shortlists. Receberão os certificados as Agências de Comunicação (Grandes e Butiques) e respectivos Clientes.

   b - Troféus Jatobá PR OURO para todos os cases campeões das 15 categorias para Agências-Butiques e respectivos Clientes; e Grandes Agências e respectivos Clientes.

   c - Troféus Destaque para Agência Butique e Grande Agência que tenham contribuído para o engrandecimento da premiação.

   d - Troféus Jatobá PR Especiais para Case do Ano – Grande Agência e Case do Ano Agência-Butique e respectivos Clientes.

   e - Troféus Jatobá PR Especiais para Agência-Butique do Ano e Agência do Ano.

CAPÍTULO XXII – DA FISCALIZAÇÃO E ACOMPANHAMENTO POR AUDITORIA INDEPENDENTE

Art. 41º – Todas as etapas de avaliação do Jatobá PR 2019 serão acompanhadas por auditoria independente, de forma a garantir a lisura, a transparência e a correção dos resultados da premiação.

       § 1º – O acompanhamento e a validação oficial dos procedimentos definidos pela premiação para a escolha dos vencedores incluem:

   a - O processo de triagem, pelo qual passam todas as inscrições, a ser feito pela Coordenação de Triagem.

   b - O processo de avaliação pela Comissão de Julgamento dos cases inscritos nas categorias de 1 a 15.

   c - A metodologia que definirá as premiações especiais.

       § 2º – Sendo necessário, a auditoria independente poderá sugerir alterações nos processos de votação e regras do Regulamento ainda para a atual edição, com vistas a prover maior segurança e transparência à premiação.

       § 3º – Caberá, ainda, à auditoria, acompanhar e fiscalizar o julgamento, a contabilização e médias finais das notas, a composição das shortlists e a Cerimônia de Premiação.

​​​

CAPÍTULO XXIII – DA DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS

Art. 42º – Os resultados das principais etapas do Jatobá PR 2019 serão oficialmente divulgados nos veículos das empresas que constituem o GECOM – Grupo Empresarial de Comunicação, a saber Business News, Jornalistas Editora, Maxpress e Mega Brasil Comunicação.

       § 1º – Todo o material de divulgação será também colocado à disposição da imprensa em geral e das organizações participantes, para que possam divulgar em seus próprios canais e compartilhar nas respectivas redes sociais.

​​​

CAPÍTULO XXIV – DAS DÚVIDAS E OUTROS ESCLARECIMENTOS

Art. 43º – O Jatobá PR 2019 contará com o suporte de um Help Desk durante todas as etapas da premiação, desde o momento da inscrição.

       § 1º – Esse Help Desk prestará atendimento por meio digital. ​

CAPÍTULO XXV – DAS RECLAMAÇÕES

Art. 44º – A Secretaria Executiva do Jatobá PR 2019 receberá por escrito todas as reclamações dos interessados, levando os assuntos, quando for o caso, à análise do Conselho Deliberativo.

       § 1º – Os casos omissos e não previstos neste Regulamento serão examinados e decididos pelo Conselho Deliberativo, com o amparo das demais instâncias de Governança do Jatobá PR 2019.

       § 2º – Sugestões relativas à criação, fusão ou eliminação de categorias, alterações na metodologia e forma de julgamento, composição do júri e outras que modifiquem o perfil da premiação atual serão analisadas para o concurso de 2020.

       § 3º – As decisões do Conselho Deliberativo são soberanas e sobre elas não caberão recursos de qualquer natureza.

       § 4º – Também não caberão recursos contra as premiações, todas elas consolidadas a partir de notas e conceitos emitidos por um corpo de jurados de notório conhecimento e reconhecida trajetória profissional, sob a fiscalização de auditoria independente.

CAPÍTULO XXVI – CONSIDERAÇÕES FINAIS

Art. 45º – Ao se inscreverem no Jatobá PR 2019, as Agências de Comunicação e respectivos responsáveis autorizam a utilização, sem ônus, dos cases inscritos, desde que associados à premiação, para divulgação em qualquer meio de comunicação, próprios ou de terceiros.

Art. 46º – Os responsáveis pelas inscrições, na condição de representantes das empresas em que trabalham, declaram expressamente que, no ato da inscrição ao Jatobá PR 2019, têm pleno conhecimento do presente Regulamento, manifestando sua incondicional e expressa concordância com todos os seus termos e normas.

APOIO
PROJETO AUDITADO POR
telefones.jpg
(11) 99183-0969